Se eu pudesse...

Quem me dera que eu não fosse tão incapaz,
Quem me dera que eu não tivesse tão pouca força.
Quem me dera que eu tivesse realmente capacidade,
Quem me dera que eu realmente pudesse,
Quem me dera que o meu poder fosse do tamanho do meu querer,
Assim, se eu pudesse tirar esse sofrimento de sua alma, eu o faria.
Eu entraria nas mais íntimas fímbrias de seu coração,
E arrancaria com minhas mãos essa angústia
E a despedaçaria entre os meus dedos,
Ah, se eu pudesse tirar toda a sua dor,
Eu a extrairia de dentro de sua alma,
E a faria minha, para que ela nunca mais voltasse para você,
Eu faria isso sem vacilo algum, eu faria isso sem receio,
Eu faria isso sem pestanejar, sem titubear.
Algo que posso te dizer com toda a certeza é que:
"Existe uma razão para tudo que está acontecendo contigo",
Pois nada é por acaso, não existe um destino cego,
Às vezes a estrada da vida tem trechos obscuros,
Muitas vielas frias, muitos becos sombrios,
Muitos desvios que tomamos conduzem a precipícios paralisantes,
Esses caminhos são muito difíceis de serem trilhados
E fazem com que tudo pareça tormentoso e sem saída.
Olhamos para o lado e nos desesperamos,
Eu, porém, quero que você tenha sempre a certeza...
Não importa o lugar, não importa o momento,
Não importa a situação, nem os motivos,
Que eu estarei aqui se você precisar conversar,
Mesmo que não queira conversar, estarei aqui,
Quando você precisar chorar, estarei aqui,
Para chorar com você, ou para enxugar suas lágrimas,
Para dar conforto, se você precisar
Ou tão somente, simplesmente, para calar,
Se você quiser confidenciar seu silêncio comigo.
Quero que saiba, que nunca esqueça,
Que grave indelevelmente em seu coração,
Que eu me importo com você e,
Estarei sempre ao seu lado!
Sou teu amigo, teu cúmplice, teu pai!

[No dia 12 de abril de 2007, quando ela entrava na adolescência, ele escreveu-lhe num site de relacionamento uma pequena reflexão que inspirou este texto, quando ela começou a encarar todos os medos que a idade lhe punham frente a frente, ambos estavam dilacerados, cada um por suas próprias lutas por suas próprias derrotas, ele com a alma dilacerada de tristeza tentou demonstrar-lhe o que sentia por ela, nenhum coração de pai podia dizer com mais sinceridade estas palavras, amava-a incondicionalmente e isto bastava].

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...