Twitter de um Borderline (X)

30 Jun
- Tenho que tomar um café urgentemente.
- Enfim dormi mais de 06 horas, não de forma contínua, mas dormi. O corpo está menos cansado, a alma está indiferente ao que acontece.
- Ontem o útero mostrou a sua face hostil, não creio que a acolhida foi sincera, há mágoas demais em mim, preciso de outro abrigo.
- Vou procurar um outro aprisco, outro útero jamais encontraria, ocorre que eu já me senti hostilizado por esse há anos.
- Os meus medos têm a tendência de materializarem-se de uma forma que nem eu mesmo acredito, às vezes.
- Hoje, todo o passado, tudo de ruim, tudo de mágoas está sendo jogado em cima de uma patologia. Há sequelas, feridas abertas, tenho medo!
- O medo me adoeceu, ou meu medo é doentio, não sei nem dizer. Mas ele me paralisou emocionalmente.
- Se abrir para alguém, com toda a honestidade, e ter essas verdades empunhadas como arma contra você. Não sei dizer o que sinto com isso.
- Hoje eu queria acreditar, mas sei que jamais a confiança voltará, confiei um dia, quebrou o cristal. Não quero sofrer e nem fazer sofrer.
- Não estou descartando as pessoas, estou dando chance a mim e mesmo e aos outros de um novo começo, noutra perspectiva.
- Não existem seres perfeitos, nem seres que não cometem erros. Mas há alguns que por mais que avisemos ele cometem erros voluntários.
- Queria tanto que mentiras não tivessem sido contadas, queria tanto que o desdém não tivesse sido utilizado.
- Não acredito, por mais que eu queira, isso não tem nada a ver com ser ou não Borderline.
- O pior é que o culpado de tudo agora é o meu eu Borderline, como se tudo no mundo se resolveu só por isso, mas e o que foi plantado?
- Muitas vezes me senti exaurido, cansado, morto, quis sumir, e algumas vezes sumi. Parece que tudo isso foi esquecido.
- Meus gritos nunca foram ouvidos, minhas dores nunca foram sequer consideradas. Hoje eu posso acreditar que serão respeitadas? Acho que não!
- Como é quer que eu me sinta bem com uma coisa dessa? Quando eu penso que tudo se resolveu, lá vem um fantasma para me assombrar.
- Estou até com medo, a "Coisa" não deu às caras ainda hoje.
- A "Coisa" está chegando sinto a sua presença.
- Fui ver o filho de Fabiana, espero que Deus guie aquele menino desde agora.
- A "Coisa" vai me dominar, estou percebendo que ainda sou muito fraco para lidar com desapontamento.
- Essa gangorra emocional que eu vivo, é ligada e desligada pela "Coisa". Sempre atenta, nunca dorme.
- Encarar a verdade do que fizemos, é mais importante do que encarar a verdade do que fizeram conosco.
- Eu mais uma vez estou dilacerado. Minha alma não sabe o que é ser feliz. Angústia demais.
- Gostaria de parar de magoar as pessoas... nada melhor que me afastar delas.
- Magoei, fui magoado, aí magoei mais ainda.
- Espero que à noite, a "Coisa" que, acho eu, mora naquela casa assombrada, me dê uma trégua.
- Quando ponho a cabeça no travesseiro, os monstros chegam, as dores, as mágoas que eu causei. Como é possível ignorar isso?
- Eu pedi tanto que parasse, que me ouvisse, que tivesse piedade de mim, pois eu estava sofrendo.
- A perseguição, qual cão policial, deixou marcas indeléveis no meu coração.
- Sem ânimo, sem alma... pareço um robô, um verdadeiro homem de lata.
- Meu coração não bate mais, só apanha!

Twitter de um Borderline (IX)

29 Jun
- Meu medo é de que eu tome esses remédios todos de uma vez, quando a dor e a angústia forem imensos em si mesmos.
- "Jamais coloque um ponto final onde Deus colocou uma virgula". Graccie Allen
- Dormi melhor do que nos outros dias, não tão bom quanto esperava, mas nada é como eu espero mesmo.
- Estou no trabalho, com o corpo pesado, as pálpebras se fechando e uma vontade imensa de dormir.
- Vou tomar um café. Acho que estas drogas não estão fazendo efeito, é mais a ação sobre a mente que me dá esta sensação.
- Não sei não... estou me sentindo bem... nem tenho ideia do que está acontecendo.
- Parece que a "Coisa" hoje resolveu dar uma trégua. O Monstro que habita em mim está dormindo.
- Sinto-me Dr. Jekyll e Mr. Hyde (O Médico e o Monstro), o problema é que o Mr. Hyde se manifesta com mais frequência.
- Ontem a "Coisa" me tomou com uma força que eu vi a hora pirar, mas consegui desviar a atenção para alguma coisa relevante.
- A "Coisa" hoje adormeceu, sei que está à espreita, ao menor vacilo ela volta e assume o comando outra vez.
- Essa "Coisa" vai fugir das drogas que eu tomei, mas sei que vai criar anticorpos, sei que as drogas terão que ser mais fortes.
- Fui para uma reunião, A "Coisa" não foi, faltou. Parece que está com raiva, à espreita.
- O ruim é que além da "Coisa" ainda existe o Impostor, esse é dissimulado e problemático.
- A "Coisa" é fácil de lidar, algumas drogas e ela foge, não de vez, mas foge. O Impostor nunca dá às caras, quase que não se enxerga o mesmo.
- Que sono, a porcaria do remédio fez efeito agora. Como é que eu vou para casa agora? E ainda está chovendo.

Twitter de um Bordeline (VIII)

28Jun
- O útero materno que eu vou agora, não é mais quentinho e nem acolhedor é hostil.
- Por que eu tenho que requerer tanta atenção assim? Ninguém nesse mundo pode me dar o amor que eu preciso. É sobre-humano.
- A sensação de vazio, de abismo interior, já está presente hoje, sinto vontade de me trancar num lugar e ter pena de mim mesmo.
- Quantas pessoas seriam necessárias para me amarem como eu quero ser amado? Eu poderia recorrer a cada uma, quando uma não desse.
- Espero algo das pessoas, mas não digo, e as odeio por não fazerem aquilo que eu não disse que queria que fizessem.
- Quando conversar comigo, olhe para mim, não olhe para os lados, me dê sua atenção.
- O sentimento de inadequação me acompanha desde a minha tenra infância. Desajuste social, sou melhor, ou sou pior.
- Vou a um psiquiatra agora pela manhã, não sei se quero ir, nem sei se devo ir, acho que não vai resolver nada. Angústia!
- pavarini por jocelenilton_ "A alma é uma borboleta. Há um instante em que uma voz nos diz que chegou o momento de uma grande metamorfose" [Rubem Alves]
- Meu Deus, é uma gangorra emocional mesmo. Estou tão feliz.
- Vou ao meu psiquiatra agora.
- Fui a uma consulta... médico distante... não acrescentou nada ao que eu já sabia. Nem sequer confirmou, nem negou o diagnóstico.
- Ao fim da consulta, ainda manipulei o médico, ele nem se deu conta de que eu demonstrei interesse pelos livros dele apenas por exibição.
- Comprei os remédios, vou tomar, mas acho que não vai dar em nada.
- Essa oscilação me mata, uma hora eu estou no céu, dois segundo depois eu estou no inferno. Angústia que mata, que adoece!
- O médico passou o remédio de moderação do humor para ser tomado pela manhã. Vou tomar um agora, se não eu sucumbo.
- O de dormir eu nem sei se vou tomar, detesto pensar em me viciar.
- Acho que Santo Agostinho era Borderline, por que diria: "... inquieto está o nosso coração enquanto não encontrar em Ti descanso"?
- Esse negócio de Geração Y, Z, P, Q, etc, para mim é um leseira. Desculpa para justificar desvios de comportamento.
- Queria ter a capacidade de não me incomodar com coisas tão insignificantes. Queria reagir de forma diferente.
- Queria não esperar tanto das pessoas...
- Queria poder não demonstrar tanto as minhas inquietudes.

Twitter de um Borderline (VII)

27Jun
- Se eu já era visceral, serei mais ainda agora. Serei honesto.
- Não consigo sequer marcar um psiquiatra, não consigo lidar com essa frustração. Não consigo lidar com nenhuma frustração.
- Vou ligar para mais um, espero que me atenda ainda hoje, não sei se resistirei esperar para amanhã.
- Falei para minha mãe que era um Borderline, ela ou não entendeu, ou nem ligou, ou não acreditou, não fez diferença alguma.
- Não vou me matar por conta dela não ter me dado a atenção que eu queria, vou lidar com isso da forma menos doentia possível.
- Joguei o celular no chão, apenas por uma pequena frustração, como é ruim viver nesta gangorra!
- Quanta gente eu descartei ou demiti de minha vida, apenas porque tinham um visão diferente da minha? Sou um adulto infantilizado, isso dói!
- Como eu gostaria de me sentar num canto e chorar minhas dores, mas isso também é um comportamento Borderline!
- "A única diferença que existe entre um dia bom e um dia ruim está na atitude com a qual você decide confrontá-los". Neil Eskelin.
- Parece que vou me afogar num mundo de emoções, tudo é gigante, tudo é grande, todos estão contra mim.
- Minha euforia me faz rir à toa, tratar todos bem, mas sei que isso é por pouco tempo.
- Não há justiça neste mundo, a vida não é justa. Espero que haja outro lugar, pois a injustiça terrena é aviltante.
- "A noite escura de minha alma". Quando parecia que ia amanhecer, vejo que é apenas o ocaso que se levanta.
- A escuridão se aproxima, o manto negro desce sobre mim. Vou me sentar e esperar esta escuridão passar, quero uma mão para segurar a minha.
- Estou num misto de "Desespero humano" com pitadas de "Noite escura da alma". Quando vai amanhecer?
- Queria ter tido menos oportunidades, queria apenas saúde mental. Queria não saber tanto, não ter tanto prestígio. Queria apenas ser feliz!
- Cobrei tanta atenção das pessoas. Cobrei tanto, me deram tanto, mas ainda assim foi insuficiente.
- Criei situações que eu mesmo não posso resolver, seja qual solução eu der, vou ferir pessoas que me amam.
- Tenho a alma ferida, doída, tenho o espírito aprisionado, não me aceito como sou, mesmo assim sou isso: Meu sobrenome é Borderline.
- Por que alguém quer tanta atenção, por que alguém sofre tanto por aceitação? Por que alguém exige tanto?
- Quem pode amar incondicionalmente um ser tão instável? Quem pode amar um ser que não sabe lidar com a ira? Que dá raiva ao invés de amor?
- "... limita semovente, o nada de fora, e o quase nada de dentro” - Carlos Felipe Moisés
- O que pode preencher este vazio? O que pode me tirar a solidão? Quem pode me dar o amor que eu preciso?
- Vou embora, não escrevo mais hoje, porém sei que meus monstros não irão embora, não sumirão. As sombras da noite os farão mais fortes.
- Que as sombras me envolvam como um manto, de solidão e tristeza. Ninguém suportaria conviver com um Borderline em crise.
- Ela pergunta se eu a quero por perto, digo que não, que não se preocupe, ela diz, tudo bem. Daí eu a odeio por não insistir.
- Odeio porque alguma coisa foi mais importante que eu, seja carreira, curso, amigos, etc.
- Ninguém tem o direito de me abandonar. Ninguém tem o direito de não me dar atenção.
- Vou embora, levo comigo a solidão e o desespero, vou me cobrir com um e colocar minha cabeça no colo do outro.

Twitter de um Borderline (VI)

26 Jun
- Um anjo protetor... resgate de uma história de mais de 05 anos. Conversa redentora.
- "As possibilidades são inúmeras quando decidimos agir e não reagir". George Bernard Shaw.
- O mundo é injusto, quando achamos a solução para um grande problema, nos deparamos com outro problema que não tem solução.
- Aceitar-se como borderline é uma coisa, mas ser aceito e compreendido pelos outros é outra. Lá vou eu com o sintomas do TPB em ação!
- Queria voltar 05 anos atrás, queria não machucar e não deixar que me machucassem tanto.
- Hoje estou desconfiado e árido, a valquíria caucasiana também.
- Mas, o que fazer? Fugir da dor ou enfrentar em busca da cura?
- A partir de hoje, dia 26/06/2011, este perfil será usado como um Diário de um Borderline. Uma mensagem de um náufrago.

Twitter de um Borderline (V)

25 Jun
- Há implicações diversas para uma volta ao útero, talvez a maior seja a intolerância com o protecionismo exacerbado.
- Dificuldade em reconhecer que chegou ao fim. Só aumenta a tristeza.
- Não reconhecer as razões reais para o fim, também não ajuda, só aumenta o caos emocional.
- Atribuir culpa aos outros, nada mais é que deixar de reconhecer as nossas próprias fraquezas e erros. Isso impede mudança e crescimento.
- Precisamos saber onde erramos e onde acertamos, a maldita transferência freudiana, torna-nos seres irresponsáveis.
- Transtorno de Personalidade Limítrofe ou Transtorno de Personalidade Borderline não é também uma forma de fugir da responsabilidade?
- Mexer em casa de vespas, sem a devida proteção, pode desencadear reações que farão com que nos arrependamos para sempre.
- Será que o Transtorno de Personalidade Borderline pode afetar tanto assim a minha personalidade?
- Se eu tiver TPB, se realmente for isso, acho que vou me entender mais um pouco, vou poder analisar comportamentos que eu nunca pude evitar.
- TPB faz com que tenhamos comportamentos destrutivos, o pior é que as pessoas que amam de fato podem se afastar ou serem afastadas.
- Ter TPB é um diagnóstico que esclarece muita coisa, mas que amedronta mais ainda. Quem tem não pode fingir que não tem.
- TPB | A primeira reação é de medo de mexer em casa de vespas, dói demais mexer nestas feridas abertas. Não se pode fingir que não é nada.
- Depois do susto inicial, há um misto de pavor e depois um sentimento de redenção, é como se você descobrisse que não é tão "ruim" assim.
- TPB não tem cura, mas que pode ser monitorada.
- Foi numa conversa dolorida, mas redentora, que me mostrou a possibilidade de ter TPB. Serei eternamente grato. Vou me cuidar!
- O twitter é o lugar ideal para expor nossas idiossincrasias, sem medo, sem temor. Que se dane quem critica a minha visceralidade.
- Uma valquíria, bendita valquíria caucasiana, me fez esta revelação, em meio às lágrimas e dores. Não sei agradecer, vou dar meu olhar!
- Por isso gosto tanto de coisas que me deixam melancólico, de uma hora para outra, fico sombrio e funesto.
- Bom, agora a responsabilidade de mudar este quadro é minha. Não vou deixar mais que isso me destrua. Obrigado caucasiana valquíria.
- Vele por meu sono hoje, valquíria caucasiana.

[Tuitada no dia posterior ao dia em que soube que era portador de TPB, que era um Borderline].

Twitter de um Borderline (IV)

23 Jun
- "Experiência é aquilo que você adquire quando não obtém o que deseja". Dan Stanford
- O Morpheu é um ser muito covarde e injusto, nega aos que o querem e é generoso com quem nem liga para ele.
- Achei que seria difícil, mas está sendo mais difícil ainda.
- "Nós podemos fugir das nossas responsabilidades, mas não podemos fugir das suas consequências". Sir Josiah Stamp

[Tuitadas em dias que antecederam a descoberta de ser portador do TPB – Transtorno de Personalidade Borderline.]

Twitter de um Borderline (III)

22 Jun
- Meu feriadão vai ser muito bom... muito mesmo...
- "Se uma pessoa não sabe qual será o seu porto de destino, então qualquer vento é o vento certo". Sêneca
- Inquérito policial na calada da noite, mais uma vez fui acordado assustado. Triste dizer, virou rotina.
- Os mesmos hábitos que me afastaram, são as mesmas armas usadas para me conquistar?
- Acordar gritando assustado é de uma agressão tamanha que eu não sei nominar isso.
- Eu acho que não vou mais usar celular, só assim não sou surpreendido com tamanha invasão de privacidade na calada da noite.
- Relações kafkanianas com cheiro forte de kierkgaardianismo, só podem terminar em desespero.

[Tuitadas em dias que antecederam a descoberta de ser portador do TPB – Transtorno de Personalidade Borderline.]

Twitter de um Borderline (II)


21 jun
- A semana vai ser curta, por conta do feriado, mas eu tenho certeza que será mais longa do que as normais.
- "Quando você dialoga como dois parceiros jogando no mesmo time, você pode resolver problemas". Roger Graham
- O sono eu perdi há alguns anos, acho que no mesmo período que a sanidade começou a me deixar.
- Não há como recupera apenas um.
- Prefiro a sanidade primeiro, o sono eu espero mais um pouco.
- Se algum dia aprendermos a lidar com nossas patologias psíquicas, talvez assim aprendamos a lidar com os humanos diferentes de nós.
- Queremos ser tolerados e aceitos, mas somos incapazes de tolerar e aceitar o outro como ele é.
- Essa será uma semana de mudanças, literalmente, mudanças.
- Minha mãe, pense na quantidade de paciência que eu vou ter que ter. Vou voltar ao útero materno!
- 03 meses de incubadora no mínimo.

[Tuitadas em dias que antecederam a descoberta de ser portador do TPB – Transtorno de Personalidade Borderline.]

Twitter de um Borderline (I)

19 Jun
- Todos temos as nossas "Cabana", o que vai fazer a diferença não é se temos coragem de entrar nelas, mas sim se estamos ao lado de "Papai"!
- Já sai e já entrei na "Cabana" várias vezes, ainda não resolvi algumas questões, mas estou sempre na dependência de "Papai".
- A verdade é que entrar na "Cabana" requer muita coragem, mexe demais com feridas que não queremos que reabram.
- Quando eu acho que o negócio resolveu, vem um surto de insanidade e desanda tudo de novo. Meu Deus!
- "... lutaram na frente para o Rei e o forte inimigo puderam vencer... Mas por esse esforço Satã intentou suas vidas matar..."
- "... Derrama o bálsamo... e a ferida sarará... Protege-o com teu manto de amor..."
- "... E toda angústia sairá. Não deixe os fiéis soldados feridos... morrer..."
- Sempre pensei que a Igreja é o único exército que abandona seus feridos no campo de batalha. Eu fui um destes!
- Fui ferido em várias batalhas, ninguém pensou minha feridas com óleo, ninguém me olhou como humano! O ostracismo foi meu lugar.
- Quando ouço esta música, e lembro de O Resgate do Soldado Ryan", sei que um dia, Meu Capitão virá me buscar, sem importar onde estou.
- Não importam meus erros, não importam minhas medalhas, nem mesmo se eu desertei, importa que ele moverá um exército à minha procura.
- Enquanto isso, fico aguardando que ele venha, tenho muitas feridas aguardando o doce verter do seu bálsamo.
- Sou um soldado ferido, que se feriu na batalha, que às vezes desistiu da luta, mas que quando escuta o clarim do Capitão, fica à espera!
- Capitão, meu Capitão! Estou à espera, com o mesmo fuzil enferrujado que um dia me deste. Só o devolvo para tuas mãos.
- versosparamore por jocelenilton_ Eu coloquei minha fé em você, tanta fé, e você simplesmente a jogou fora.

[Tuitadas em dias que antecederam a descoberta de ser portador do TPB – Transtorno de Personalidade Borderline.]
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...