Sou eu...


"Isso não é legal.
Não estou jogando limpo.
É golpe baixo.
Porque essa é minha especialidade.
Não consigo controlar meus sentimentos.
Sou descartada como vômito em um saco de papel.
Controlar-me é difícil.
Não posso controlar-me, eu explodo.
Sou minha própria bomba.
Meu cérebro é uma Hiroshima permanente.
Em meu despertar, um cataclisma.
Sou meu pior drama.
Pior ainda, eu me achei sem me procurar.
Me encontrei e não consigo livrar-me de mim.
Então, não pergunte por que eu não posso amar".

Kiki Labrhche in "Borderline"

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...